Previsão do tempo para Porto Alegre no final de semana (16 à 20 de junho)

Se você está na capital e região metropolitana, confira a previsão do tempo para Porto Alegre neste final de semana com mudanças no clima. Os impactos do ciclone extratropical foram sentidos em toda cidade. A chuva intensificou-se nesta quinta-feira e continuou na sexta-feira, trazendo acumulados entre 75 mm e 100 mm, especialmente no norte da região metropolitana, abrangendo São Leopoldo até Campo Bom.

O ciclone extratropical está próximo à costa, então não se espera que Porto Alegre enfrente rajadas de vento fortes. As previsões indicam ventos entre 50/60 km/h. No entanto, devido ao solo encharcado, o risco de queda de árvores é alto.

previsão do tempo para Porto Alegre
Arroio Dilúvio na Av. Ipiranga – Imagem: Fernando Oliveira / Twitter.

Leia também: A Enchente de 1941 em Porto Alegre e a construção do Muro da Mauá.

Previsão do Tempo para Porto Alegre

A chuva diminuirá de intensidade a partir da tarde de sexta-feira, com cerca de 7 mm previstos para esse dia. No entanto, o final de semana será marcado pelo predomínio de sol entre nuvens.

As temperaturas durante a sexta-feira variarão entre 13°C e 16°C. O ar frio e seco avançará após as instabilidades, mantendo as temperaturas relativamente baixas. No sábado, a chuva dará uma trégua, e o tempo permanecerá nublado, com temperaturas oscilando entre 8°C e 15°C na capital gaúcha.

Já a previsão do tempo para Porto Alegre no domingo é que o tempo continue predominantemente nublado, com temperaturas variando entre 9°C e 15°C. Já na segunda-feira, o céu permanecerá nublado, com a temperatura mínima caindo para 7°C, enquanto a máxima alcançará 17°C.

Por fim, temos chuva novamente na previsão do tempo para Porto Alegre de terça-feira. Mas não há motivos para pânico, afinal, espera-se o retorno da chuva à capital gaúcha sem risco de tempestades ou chuvas intensas. São previstos cerca de 3,1 mm de precipitação, e as temperaturas ficarão entre 11°C e 14°C.

O que é um ciclone extratropical?

Um ciclone extratropical é um fenômeno meteorológico caracterizado por um sistema de baixa pressão atmosférica que ocorre em latitudes médias, longe dos trópicos. Esses ciclones são conhecidos por influenciar as condições climáticas em vastas áreas, abrangendo grandes extensões territoriais.

Ao contrário dos furacões e tufões, que se formam em regiões tropicais e possuem um centro de alta pressão atmosférica, os ciclones extratropicais são sistemas de baixa pressão. Eles se desenvolvem principalmente nas regiões de transição entre massas de ar quente e frio, onde há uma diferença significativa de temperatura.

Os ciclones extratropicais são frequentemente associados a frentes meteorológicas, que são zonas de transição entre massas de ar de diferentes características. Essas frentes podem ser frias, quando o ar frio avança sobre o ar quente, ou quentes, quando o ar quente prevalece sobre o ar frio. A interação entre essas massas de ar causa instabilidades atmosféricas e o desenvolvimento dos ciclones.

Esses sistemas podem apresentar um núcleo central de baixa pressão e se estender ao longo de grandes áreas. Eles são caracterizados por ventos fortes, chuvas intensas e mudanças rápidas nas condições climáticas. Os ciclones extratropicais são comuns em regiões como a Europa Ocidental, a América do Norte e o sul do Brasil, onde as condições ideais de temperatura e umidade favorecem sua formação.

É importante ressaltar que os ciclones extratropicais podem trazer impactos significativos, como tempestades, enchentes e fortes ventos. No entanto, eles também desempenham um papel crucial na redistribuição do calor atmosférico e na dinâmica geral do clima. O monitoramento e a compreensão desses sistemas são essenciais para prever e mitigar os efeitos adversos que possam ocorrer.

Em resumo, os ciclones extratropicais são sistemas de baixa pressão atmosférica que se formam em latitudes médias, longe dos trópicos. Eles são caracterizados por ventos fortes, chuvas intensas e mudanças rápidas nas condições climáticas. Esses fenômenos desempenham um papel fundamental na dinâmica atmosférica e podem causar impactos significativos em diferentes regiões do globo.

Com informações de Meteorologia Sul.

Priscilla Kinast

Priscilla Kinast

Priscilla Kinast é redatora de web sites há cerca de 8 anos, tendo ao todo 15 anos de experiência com produção de conteúdo para a internet. Graduada em Administração de Empresas (Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre), encontrou sua verdadeira paixão na administração de websites.

Devido sua experiência com redação de conteúdo, obteve registro profissional como jornalista pelo Ministério do Trabalho (Registro Profissional: 0020361/RS).

É porto-alegrense raiz, nascida e criada na zona norte da cidade, mas muito apaixonada pela zona sul e pela orla do Guaíba. Ama a cidade e está sempre em busca de trazer mais informações que possam ajudar seus conterrâneos a curtirem mais o que Porto Alegre tem para oferecer!

Artigos: 432

Deixe um comentário

Descubra mais sobre Curtindo PoA

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading